Publicidade:
25 de Setembro, 2020 - 20:24
Seduc quer saber opinião dos pais sobre retorno das aulas presenciais

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) vai realizar pesquisa com os pais de alunos da rede estadual de ensino para saber a opinião deles sobre a possibilidade de retorno das aulas presenciais. A pesquisa será realizada on-line e está disponível no site da Seduc.

O questionário tem cinco questões para os pais responderem, como a etapa de ensino do filho, se concordam com a retomada das aulas presenciais, se o filho tem algum tipo de comorbidade e se convive com alguém que tenha uma.

Essas informações foram socializadas com as assessorias pedagógicas e diretores das unidades educacionais. Eles vão auxiliar a Seduc no processo de divulgação junto à comunidade.

Segundo a secretária de Estado de Educação, Marioneide Kliemaschewsk, os dados da pesquisa serão de extrema importância para orientar a Seduc na tomada de decisão quanto ao eventual retorno das aulas presenciais. Porém, antes de se pensar em retorno das atividades é importante acompanhar o mapa de risco da pandemia do coronavírus no Estado.

“As aulas somente retornarão com avaliação e pareceres das autoridades de saúde e a anuência do Gabinete de Situação, ou seja, o planejamento do retorno das atividades presenciais está sendo feito de acordo com o protocolo de segurança da Secretaria de Estado de Saúde (SES)”, destacou a secretária.

Marioneide ainda informou que a Seduc está fazendo um estudo para ver a possibilidade de retorno das aulas presenciais, inicialmente, com os alunos dos 3º anos do Ensino Médio e com revezamento.

“Ainda não temos uma data definida, mas já estamos nos planejando e preparando todas as nossas organizações internas para esse retorno. Tudo tem que ser muito bem estruturado e com segurança, seguindo as regras apontadas no protocolo e com a anuência do gabinete de situação”.

Pensando no retorno presencial, a Seduc construiu em conjunto com a SES uma nota técnica com os protocolos de segurança. Esse protocolo será enviado para todas as unidades escolares, assessorias pedagógicas e Centros de Formação e Atualização dos Profissionais da Educação (Cefapros). Ele trata de todas as etapas do retorno presencial, como, por exemplo, como será o recebimento do estudante na escola, como é o fluxo dentro da escola, a necessidade do distanciamento, o uso de máscaras e demais equipamentos de proteção individual, rotinas de limpeza, entre outras.

A partir desse protocolo, a Seduc montará uma cartilha para instruir as unidades escolares a se prepararem para o momento de retorno.


Fonte: Assessoria
25 de Setembro, 2020 - 09:38
Construção de escola com 1.600 novas vagas em Sinop começa a ganhar forma

As obras da nova escola estadual no Jardim das Orquídeas, em Sinop (500 quilômetros ao norte de Cuiabá) avançam a cada dia. Após a cobertura da quadra poliesportiva, os operários estão preparando o contrapiso. Além de coberta e com iluminação, a quadra terá arquibancadas, vestiários e total acessibilidade.

Retomadas em julho de 2019, a construção chega a mais de 50% de edificação. A estrutura das salas está em fase acelerada com a preparação das janelas. A próxima etapa será a parte do acabamento. A obra, no valor total de R$ 5.455.480,66 – com recursos do Governo Federal e do Estado - tem previsão de entrega no final do primeiro semestre de 2021

Segundo a assessora pedagógica Janaina Schweitzer Chitolina, a nova unidade escolar vai dar fôlego em relação às vagas daquela região da cidade que cresce muito

“Para a comunidade escolar de Sinop será maravilhoso ver que a obra está caminhando rapidamente e a expectativa é que fique pronta o quanto antes. A escola é fundamental para o redimensionamento escolar para 2021”, assinala

A nova unidade escolar terá cerca de 1.600 novas vagas em três turnos, ampliando de forma significativa a oferta de matrículas tanto no ensino fundamental como no ensino médio

Serão 18 salas de aulas, além de dependências administrativas, laboratório de informática, biblioteca, refeitório, banheiros masculinos e femininos. O projeto prevê a acessibilidade em todo o prédio incluindo os sanitários e acesso à quadra poliesportiva que será um dos destaques.


“Com a construção dessa unidade vamos possibilitar a ampliação do atendimento em todo o município”, salienta a secretária de Estado de Educação, Marioneide Kliemaschewsk.


 

Fonte: Assessoria
Publicidade:
Publicidade:
Publicidade:
Publicidade:
Redes Sociais