Publicidade:
8 de Setembro, 2020 - 09:55
Justiça determina que goleiro Bruno use tornozeleira eletrônica em jogos

De volta ao futebol desde que assinou com o Rio Branco (AC), o goleiro Bruno terá uma novidade para dar continuidade a sua carreira. Por decisão judicial, o atleta terá que usar tornozeleira eletrônica durante toda sua pena em regime semiaberto no estado do Acre, e isso inclui até em treinamentos e jogos.

De acordo com o pedido do Ministério Público do Acre, expedido pelo juiz da Vara de Execuções Penais, Hugo Torquarto, todos os reeducandos em regime semiaberto fazem uso do equipamento eletrônico. Portanto, Bruno não é uma exceção e terá que usar a tornozeleira de forma ininterrupta.

"Os reeducandos no regime semiaberto no Acre usam tornozeleira eletrônica. Outros estados não sei, alguns usam e outros não, mas aí vai de cada estado. No Acre usa. Não poderia ser diferente dele, porque ele não é melhor que ninguém, não é porque ele é famoso que não vai colocar", explicou o promotor de Justiça Tales Fonseca Tranin.

Entretanto, existe a possibilidade de revisão da decisão do uso da tornozeleira durante os jogos. Cabe ao advgado da defesa comprovar que não existe a possibilidade do equipamento durante os treinos e as partidas.

Bruno assinou com o Rio Branco (AC) em junho deste ano para tentar retomar a carreira de goleiro profissional. Aos 35 anos, Bruno cumpre regime semi-aberto pelo assassinato da modelo Eliza Samúdio.


Fonte: R7
Publicidade:
Publicidade:
Publicidade:
Publicidade:
Redes Sociais