Publicidade:
23 de Outubro, 2019 - 14:07
TRF4 julga se processo de sítio que seria de Lula volta para 1ª instância

A 8ª Turma do TRF4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região) vai julgar na próxima quarta-feira (30) se o processo do sítio em Atibaia que seria do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva deve voltar à primeira instância para correção na ordem de apresentação de alegações finais.

A decisão foi tomada nesta quarta-feira (23) pelo relator da operação Lava Jato no TRF4, desembargador João Pedro Gebran Neto. Segundo o órgão, "caso a turma entenda que a ação teve o mesmo andamento processual do processo de Aldemir Bendine, a sentença será anulada e a ação volta para a fase das alegações finais".

No dia 27 de setembro, a Segunda Turma do STF anulou a sentença do ex-juíz e atual ministro da Justiça, Sergio Moro, pela condenação do ex-presidente da Petrobras e do Banco do Brasil, Aldemir Bendine.

No entendimento da maior dos integrantes da Turma, o ex-presidente da Petrobras teve seu direito de defesa cerceado no andamento da ação sentenciada por Moro. A defesa de Bendine entrou no STF para manifestar que seu cliente não conseguiu se manifestar após as acusações de delatores da Odebrecht.

Leia a decisão na íntegra:

"Considerando o quanto decidido pelo Supremo Tribunal Federal nos julgamentos dos HC“s nºs 157.627 (Aldemir Bendine) e 166.373 (Márcio de Almeida Ferreira), a respeito da ordem de apresentação de alegações finais em processos em que há corréus colaboradores, entendo adequado o enfrentamento do tema como preliminar de julgamento, em Questão de Ordem pela 8ª Turma

Para tanto, indico a sessão de 30/10/2019 para inclusão em mesa para julgamento exclusivamente com relação à referida questão prejudicial de mérito”.

Fonte: R7
Publicidade:
Publicidade:
Publicidade:
Publicidade:
Redes Sociais