Publicidade:
25 de Setembro, 2020 - 14:42
CBF analisa surto no Fla para evitar contágio nas Eliminatórias

O surto de covid-19 que se espalhou pelo Flamengo está intrigando os médicos da CBF que, junto com membros da comissão médica flamenguista, iniciaram, como sempre ocorre nestas ocasiões, uma investigação para descobrir a origem desta onda.

Até agora, desde a viagem da delegação para o Equador, para jogos da Libertadores, 36 componentes do departamento de futebol do clube foram contaminados.

"Em situações nas quais há surtos, o protocolo de segurança foi rompido em algum momento. Isso está sendo investigado", diz o infectololista Carlos Starling um dos assessores do departamento médico da CBF em assuntos ligados à covid-19 e consultor científico da Sociedade Brasileira de Infectologia.

Para ele, ainda é cedo para se chegar a alguma conclusão dentro desta análise que deve ser feita com critério e sigilo, para não haver algum tipo de exposição invasiva. Ele admite que o contágio pode ter ocorrido durante a ida ao Equador, mas ressalta que tal afirmação ainda é uma hipótese.

"Não sabemos ao certo, mas tudo sugere que sim (o surto ocorreu na viagem). Todas as hipóteses estão sendo investigadas, desde a viagem, comportamento no hotel, todas as oportunidades que facilitam o contágio, quando há maior contato entre as pessoas. Estas viagens em conjunto são muito próprias dentro da dinâmica dos clubes", observa.

Starling ressalta que a pandemia dentro do futebol tem sido uma fonte de aprendizado dos médicos, em relação à covid-19. E cada investigação auxilia no aprimoramento dos protocolos, desde a primeira rodada do Campeonato Brasileiro deste ano, ocorrida no início de agosto.

Os médicos utilizarão os conhecimentos sobre o que ocorreu com o Flamengo para evitar que a seleção brasileira, que jogará pelas Eliminatórias nos dias 9 e 13 de outubro, com a segunda partida sendo no Peru, passe por situação semelhante.

"Essas investigações têm um caráter pedagógico, não só neste episódio. Todas as ocorrências são úteis para um maior aprendizado. Há uma preocupação em proteger todos os participantes de todas as séries, de todos os gêneros, seja em clube ou na seleção. Todas as semanas nos reunimos para analisarmos a experiência acumulada. A orientação é homogênea neste sentido", completa.


Fonte: R7
21 de Setembro, 2020 - 10:10
Grêmio empata no final e impede ascensão do Palmeiras

Palmeiras e Grêmio empataram em uma partida com momentos distintos, disputada em Porto Alegre, pela 11º rodada do Brasileirão. O time paulista abriu o placar, em um golaço de Raphael Veiga, mas deixou a vitória escapar nos últimos minutos. Um erro de marcação permitiu o empate do Tricolor, com um gol de cabeça de Ferreira.

O empate impediu o Palmeiras de encostar nos líderes — poderia ter ficado a um ponto da liderança, mas se manteve na quarta posição, com 18 pontos. Já o Grêmio, continua na segunda metade da tabela, com 13 pontos. É o sétimo empate do time gaúcho na competição

Os dois fizeram um jogo movimentado, mas com poucas chances reais de gol. No priomeiro tempo, o Tricolor manteve mais a posse de bola, buscando espaços na defesa fechada do Palmeiras, que esperava a chance de contra-ataques.

O Grêmio se saiu melhor na primeira etapa, e deu sinais que poderia vencer, principalmente em uma cobrança de falta de Lucas Silva, aos 15“, e Alisson, em um chute na grande área após cruzamento de Victor Ferraz, que exigiu um desvio de Felipe Melo, aos 38“.

A melhor chance do Palmeiras foi um chute de Gabriel Menino que, livre, chutou em cima de Matheus Henrique.

Três substituições deram mais qualidade ao jogo do Palmeiras. Gabriel Veron entrou no lugar de Rony, Luiz Adriano no lugar de William e Wesley no lugar do Ramires. As mudanças tornaram o time mais movimentado no segundo tempo.

Aos 25“ do segundo tempo, o primeiro gol. Viña cruzou com precisão, para Raphael Veiga desviar de primeira, sem chances para Vanderlei. Golaço.

Após o tento, o Grêmio foi para cima no sufoco, enquanto o Palmeiras buscou retomar o controle da partida. Mas, no final, aos 46“ do segundo tempo, o Grêmio aproveitou um erro de marcação e empatou, com um gol de cabeça de Ferreira.


Fonte: R7
Publicidade:
Publicidade:
Publicidade:
Publicidade:
Redes Sociais