Publicidade:
4 de Abril, 2020 - 11:29
Neymar doa cerca de R$ 5 milhões para combater o coronavírus

Após muitos jogadores como Messi, Cristiano Ronaldo e Lewandowski, foi a vez de Neymar fazer a sua boa ação. O brasileiro doou 880 mil euros (cerca de R$ 5 milhões) para ajudar no combate ao coronavírus.

Uma parte do valor doado pelo craque irá para a UNICEF e outra para um fundo de solidariedade criado pelo apresentador e amigo pessoal do jogador, Luciano Huck. Além deles, Rafael Zulu, Thiaguinho, Gabriel Medina e Bruninho também fizeram contribuições.

Além disso, também foi divulgado que o camisa 10 da seleção brasileira não queria que a informação sobre sua doação vazasse na mídia.


Fonte: R7
3 de Abril, 2020 - 15:17
Libertadores deve retornar ainda em 2020, mas com jogos sem torcida

O presidente da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol), Alejandro Domínguez, disse que a Copa Libertadores e a Copa Sul-Americana não serão descartadas este ano e está otimista quanto ao retorno do futebol, mesmo que isso signifique disputar jogos sem torcida.

Os torneios foram suspensos no mês passado devido à aceleração do surto de coronavírus na América do Sul.

"A Libertadores pode recomeçar quando os campeonatos locais recomeçarem, embora a questão de transporte também seja importante, tendo em vista que a maioria dos países fechou suas fronteiras", afirmou Domínguez à Reuters.

Um total de 76 das principais equipes do continente ainda está envolvido nas competições, que estão programadas para terminar em novembro.

Questionado quando ele pensa que o futebol poderia recomeçar e como ficaria o esporte após o reinício, o paraguaio disse: "Acho difícil fazer qualquer análise porque, no momento, ainda estamos chocados”.

"Acho que as coisas voltarão ao normal, mas isso vai levar tempo. E é claro que quero ver estádios cheios, mas se a maneira de recuperar o futebol é jogar sem torcedores, é assim que vamos jogar."

Os casos globais de coronavírus ultrapassaram 1 milhão na quinta-feira, com mais de 52.000 mortes, de acordo com uma contagem da Reuters baseada em dados país a país. (Daniela Desantis)


Fonte: r7
Publicidade:
Publicidade:
Publicidade:
Publicidade:
Redes Sociais