Publicidade:
23 de Outubro, 2019 - 13:31
Sinop: Criminosos armados assaltam farmácia

Uma farmácia localizada no bairro Jardim das Oliveiras foi alvo de criminosos na noite da última terça-feira (22). Segundo informações, dois bandidos armados chegaram em uma motocicleta Yamaha Crypton adentraram no estabelecimento e renderam os funcionários do local.

Das vítimas foram levados dois aparelhos celulares e R$ 20 que estavam no caixa. A Polícia Militar foi acionada, mas nenhum suspeito foi preso.



Da redação

23 de Outubro, 2019 - 12:30
Menor é detido e confessa ter "rasgado barriga" de desafeto em MT

Um adolescente de 16 anos, identificado como R.R.C., foi apreendido pela Polícia Civil de Paranatinga (338 km de Cuiabá), suspeito de matar um homem de 36 anos com requintes de crueldade, após rasgar a barriga da vítima com o símbolo de cruz.

O crime ocorreu no último dia 29. A vítima Francisco Ricarte de Freitas Filhos foi encontrada com vísceras para fora do corpo.

As investigações a Polícia Civil apontam que Francisco estava em um bar próximo ao local do crime. Diante disso, investigadores analisaram câmeras de segurança da região e identificaram imagens da vítima e do suspeito se dirigindo ao local da execução.

“Pelas imagens obtidas verifica-se que a vítima estava completamente embriagada, vindo a se deitar na calçada por não ter condições de caminhar. Neste instante o suspeito sai do local e se dirige a uma fábrica de blocos nas proximidades, retornando minutos depois com um martelo nas mãos”, informou a Polícia Civil local.

No vídeo, policiais verificaram que o suspeito levantou a vítima da calçada e a conduziu até o local da execução, a duas quadras de distância, em uma rua escura e sem câmeras de segurança. Ele desferiu um golpe martelo no crânio da vítima.

Em seguida, o menor ainda cortou o pescoço da vítima e abriu seu abdômen. Em seguida roubou a carteira e o celular.

Confissão

De acordo com a Polícia Civil local, o adolescente confessou a prática do crime e alegou que a vítima havia lhe desferido um tapa em seu rosto durante o período em que estavam no bar. Segundo ele, a morte foi motivada por vingança.

O suspeito colaborou com a investigação e levou os policiais até o local onde ele havia abandonado o martelo, bem como entregou o canivete e as roupas que utilizou durante o crime, os quais ainda estavam com sinais de sangue da vítima.

Durante a condução dos procedimentos, o adolescente chegou a ameaçar de morte seu padrasto, demonstrando um alto grau de periculosidade.


Fonte: folha max
Publicidade:
Publicidade:
Publicidade:
Publicidade:
Redes Sociais