Anuncie Aqui    |    Denuncie    |    Contato    
 
 
 
 
 
 
 
 
 
   
Bem Vindo ao Nortão Notícias, 18 de Janeiro de 2017
Pesquisar no site
Política
     
4 de Janeiro, 2017 - 14:41
Daltinho e Alan Kardec assumem vagas de Pátio e Emanuel e nesta quinta na Assembleia

O ex-vereador por Cuiabá Allan Kardec (PT) e o ex-deputado Adalto de Freitas, o Daltinho (SD), tomam posse em definitivo nesta quinta-feira (5) das cadeiras deixadas por Emanuel Pinheiro (PMDB) e Zé Carlos do Pátio (SD), que assumiram as prefeituras de Cuiabá e Rondonopólis, respectivamente.

Os dois deverão reforçar a bancada dos parlamentares que se consideram "independentes" em relação ao governo Pedro Taques (PSDB).

Allan Kardec, que obteve 14.858 votos em 2014, era segundo suplente. Porém, o primeiro suplente, Altir Peruzzo (PT), foi eleito prefeito de Juína e tomou posse no último dia primeiro de janeiro.

O petista diz que atuará em defesa dos servidores públicos e da educação, já que é professor da rede estadual de ensino.

"A minha atuação foi e sempre será em defesa dos servidores públicos e da educação. Sou professor, sou servidor público e atuarei para melhorar as condições de trabalho dos nossos servidores, assim como na defesa da educação, discutindo o ciclo de formação e o ensino médio", disse Kardec.

Daltinho, que já ocupou a cadeira de deputado quando era filiado ao PMDB, volta ao parlamento estadual.

Daltinho e Pátio são rivais dentro do Solidariedade (SD). Após ser destituído da presidência pelo grupo de Pátio, Daltinho chegou a ingressar na Justiça para retomar o comando da sigla, sem sucesso. Ele obteve 14.304 votos em 2014.

Outro que deverá assumir a cadeira em breve, de maneira temporária, é o ex-reitor da Unemat Adriano Silva (PSB). Ele entrará na vaga do deputado estadual Max Russi (PSB),  que assumiu a Secretaria de Trabalho e Assistência Social (Setas).

Outro suplente já está atuando desde outubro na Assembleia é o deputado Jajah Neves (PSDB), que está assumindo temporariamente a vaga de Wilson Santos (PSDB), que está no comando da Secretaria de Estado de Cidades (Secid).

A posse de Allan Kardec e Daltinho está marcada às 11 horas na presidência da AL.


Fonte: hiper noticias
 0 Comentários  |  Comente esta matéria!
Política
     
4 de Janeiro, 2017 - 14:10
Senador defende aliança com PT e PMDB

Um dos nomes cotados para concorrer ao governo do Estado nas eleições de 2018 pelo bloco de oposição, o senador Welington Fagundes (PR) defendeu a aliança do seu partido com o PT e PMDB.

A união foi construída nas eleições de 2010 quando o peemedebista Silval Barbosa foi eleito governador e Blairo Maggi senador pelos republicanos, enquanto em 2014 o bloco apoiou a candidatura derrotada do petista Lúdio Cabral ao governo do Estado.

“Nós temos uma união consolidada e devemos trabalhar ainda mais firme para agregar a outros partidos e assim ter maior densidade eleitoral e viabilizar o nosso projeto político”, disse.

Atualmente, PT e PMDB compõem a principal bancada oposicionista na Assembleia Legislativa com cinco deputados estaduais.

Ao defender a manutenção da aliança PR-PT-PMDB para as eleições de 2018, o senador Welington Fagundes avalia ainda que partidos da base da atual gestão estadual poderão se unir com a oposição diante do descontentamento com o governador Pedro Taques (PSDB).

“Naturalmente, estamos abertos ao diálogo e tenho a certeza que muitos partidos ainda virão dialogar conosco diante dos rumos da gestão estadual que tem atrapalhado e muito as bases nos municípios do interior”.

Questionado a respeito de uma candidatura ao governo do Estado nas eleições de 2018, Welinton Fagundes afirma que “está na chuva para se molhar” e ressalta que a saúde pública apresenta resultados insatisfatórios em municípios do interior.

“A realidade é muito distinta daquilo apresentado na propaganda oficial. Repasses financeiros em atraso e a dificuldade de se tocar obras como a recuperação do Hospital Central e manter paralisado R$ 70 milhões em conta que deveria ser aplicado no Júlio Muller reflete a gravidade da situação”. 


Fonte: Gazeta Digital
 0 Comentários  |  Comente esta matéria!
Política
     
4 de Janeiro, 2017 - 08:58
Com chapa única, Neurilan deve ganhar um novo mandato à frente da AMM

Apenas uma chapa, encabeçada pelo atual presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM), Neurilan Fraga (PSD), disputa mais um mandato à frente da entidade municipalista.

A eleição acontece nesta quinta-feira (5). A diretoria é composta por mais 17 gestores, eleitos e reeleitos em outubro de 2016. A chapa “AMM em defesa do municipalismo”, única a se inscrever para o pleito, contempla prefeitos de diferentes regiões do estado, visando debater de forma descentralizada as demandas dos 141 municípios mato-grossenses.

A eleição será realizada na sede da AMM e terá início às 9 horas, quando será realizada a primeira chamada da votação. A segunda chamada está prevista para 10 horas. O processo será conduzido pela comissão eleitoral, que é presidida pelo prefeito reeleito de Rosário Oeste, João Balbino.

No período vespertino, os técnicos da AMM receberão os novos prefeitos para apresentar os trabalhos realizados na instituição. “Este ano temos mais de 100 novos prefeitos e por isso decidimos dedicar o período da tarde para a recepção desses gestores nos setores da Associação, para que eles possam conhecer a equipe e a gama de serviços que a entidade presta aos municípios”, explicou o presidente da AMM, Neurilan Fraga.

A posse da nova diretoria será realizada no mesmo dia, às 19h, no Centro de Eventos do Pantanal. A AMM está mobilizando prefeitos e autoridades para as solenidades.

Conheça a composição da chapa única “AMM em defesa do municipalismo”

Presidente de honra: Deputado Ondanir Bortolini, Nininho (PR)

Presidente: Neurilan Fraga (PSD) - Nortelândia

1º Vice-presidente: Mauro Rosa da Silva (PSD) – Água Boa

2º Vice-presidente: Luciane Borba Azóia Bezerra (PSB) – Juara

3º Vice-presidente: Thelma Pimentel Figueiredo de Oliveira (PSDB) – Chapada dos Guimarães

4º Vice-presidente: Josair Geremias Lopes (PSB) – Dom Aquino

5º Vice-presidente: Arnóbio Vieira de Andrade (PSD) – Marcelândia

Secretário Geral: Adalto José Zago (PSDB) – Apiacás

1º Secretário: Altir Antônio Peruzzo (PT) - Juína

2º Secretário: Atail Marques do Amaral (PR) – Poconé

Tesoureiro Geral: Marcos de Sá Fernandes da Silva (PSB) Santa Cruz do Xingu

1º Tesoureiro: Silvio José de Morais Filho (PSD) - Araguainha

2º Tesoureiro: Beatriz de Fátima S. Lemes (PMDB) – Nova Monte Verde

Conselho Fiscal

Juvenal Alexandre da Silva (PSDB) – Nova Marilândia

Mauriza Augusta de Oliveira (PMDB) – Nova Brasilândia

José Mauro Figueiredo (PSD) - Arenápolis

SUPLENTES

Jossimar José Fernandes (PSD) – Nortelândia

Leocir Hanel (PSDB) – Nobres

Eugênio Pelachim (PSC) – Porto Estrela

Histórico - Fundada em 04 de maio de 1983, a Associação Mato-grossense dos Municípios surgiu da necessidade de se criar uma entidade que congregasse e defendesse os interesses dos municípios, atuando junto aos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, como também liderar as lutas municipalistas, prestar assistência técnica, jurídica e administrativa, ajudando a elaborar planos de desenvolvimento e oferecer projetos às prefeituras, além de promover eventos para debater os problemas inerentes aos municípios, entre outras ações.  A ata de constituição registrou 53 prefeitos, que se uniram em torno do projeto, idealizado pelas lideranças da época

O primeiro presidente foi Anildo Lima Barros (1983/1985), então prefeito de Cuiabá. Ele foi sucedido pelos seguintes prefeitos: Darcy Capistrano (1985/1987), de Diamantino; Fausto Faria (1987/1989), de Rondonópolis; Evaldo Leite (1989/1990), de Colíder; João Batista Alves (1991), de Barão de Melgaço; Aparecido Briante (1992), de São José do Rio Claro; Hélio Brandão (1993/1994), de Jangada; Vilceu Marchetti (1995/1996), de Primavera do Leste; Jair Benedetti (1997/1998), de Comodoro; Érico Piana (1999/2000 - 2001/2002), de Primavera do Leste; Ezequiel Fonseca (2003/2004), de Reserva do Cabaçal; Cidinho Santos (2005/2006 e 2007/2008), de Nova Marilândia; Pedro Ferreira (2009/2010), de Jauru; Meraldo Figueiredo Sá (2011/2012), de Acorizal, e Valdecir Colle (2013/2014), de Juscimeira e Neurilan Fraga (2015/2016) de Nortelândia.


Fonte: hiper noticias
 0 Comentários  |  Comente esta matéria!
Política
     
4 de Janeiro, 2017 - 08:00
Rosana Martinelli participa de encontro com prefeitos e discute saúde pública

As demandas da saúde pública e a gestão dos Hospitais Regionais foram assuntos discutidos durante reunião do Consórcio Público de Saúde do Teles Pires, realizada nesta terça-feira (02) em Sorriso com participação da prefeita de Sinop, Rosana Martinelli (PR), e outros 14 prefeitos da região Norte do Estado.

Durante o encontro, os gestores também realizaram a eleição da nova presidência do consórcio, que será presidido pelo prefeito de Sorriso, Ari Lafim (PSDB).

Os prefeitos aproveitaram o encontro para falar sobre a administração dos Hospitais Regionais de Sinop e Sorriso. Para a prefeita Rosana Martinelli a possibilidade da administração das unidades ser repassada para o consórcio é a mais viável.

"O governo do Estado prometeu essa passagem para o consórcio, mas ainda não aconteceu e nós estamos dando mais um voto de confiança ao governador, porque nós acreditamos na responsabilidade que ele tem quanto à saúde no Estado. Nós queremos melhorar e atender melhor a população. A saúde não pode permanecer do jeito que está", afirmou Rosana.

Atualmente o Hospital de Sorriso está em ocupação temporária e o de Sinop é administrado por uma Organização Social de Saúde. A expectativa dos municípios quanto a mudança da gestão para o consórcio seria pela possibilidade de economia e desburocratização dos atendimentos.

"Se o hospital não funciona direito sobrecarrega a UPA. No dia 31 de julho vence o contrato com a OSS e a preocupação é saber se a administração será repassada para o consórcio", considerou o secretário Municipal de Saúde de Sinop, Manoelito Rodrigues, que também participou da reunião.

O prefeito Ari Lafim, novo presidente do consórcio, disse que após ser definida a situação do Hospital Regional de Sorriso os prefeitos devem se reunir com Rosana Martinelli para avaliar a situação de Sinop.

"Temos que fortalecer a média e alta complexidade. Em Sinop, nós vamos nos abraçar com a prefeita e discutir pensando nos 15 municípios", explicou Ari Lafim, atendendo a solicitação de Rosana Martinelli sobre a saúde em Sinop.

Consórcio

Este é o maior consórcio formado para gestão compartilhada da saúde nas regiões de Mato Grosso. O Consórcio Intermunicipal do Teles Pires atende aproximadamente 300 mil pessoas, residente nos 15 municípios que compõem a região.

Compõem o consórcio os municípios de: Sinop, Sorriso, Lucas do Rio Verde, Cláudia, Feliz Natal, Ipiranga do Norte, Itanhangá, Nova Maringá, Nova Mutum, Nova Ubiratã, Santa Carmem, Santa Rita do Trivelato, Tapurah, União do Sul e Vera. 


Da Assessoria


 0 Comentários  |  Comente esta matéria!
Política
     
3 de Janeiro, 2017 - 14:02
Fabio Garcia rebate críticas de Bezerra

O deputado federal e presidente do PSB de Mato Grosso, Fabio Garcia, disse que as críticas do deputado federal Carlos Bezerra (PMDB) ao ex-prefeito Mauro Mendes (PSB) são inverídicas.

"Ao fazer essas críticas, Bezerra falta com a verdade com a população cuiabana e mostra um reprovável oportunismo. Ao contrário do que diz agora, o presidente estadual do PMDB buscou por muito tempo diálogo com o nosso partido querendo indicar o candidato a vice na chapa do Mauro. Na ocasião, o peemedebista não poupava elogios à gestão do prefeito Mauro Mendes”.

Garcia frisa ainda que Bezerra precisa se informar melhor sobre Cuiabá ao lembrar que além destes importantes espaços públicos gratuitos como o Porto Cuiaba, Parque das Aguas e Tia Nair, Mauro Mendes fez o maior programa de asfalto da história do município ( 300 km de asfalto novo), entregou duas novas unidades de pronto atendimento (UPA), inaugurou um novo hospital depois de 31 anos (São Benedito), construiu 22 novas escolas e creches e projetou e iniciou o novo pronto-socorro que está com 60% da obra concluída.

Além de inúmeras outras obras e ações, Mauro fez uma administração eficiente, austera e com profundo respeito ao dinheiro público e aos cuiabanos.

"A melhor resposta para o posicionamento inadequado e impróprio do deputado Carlos Bezerra foi a sonora vaia recebida por ele na posse do prefeito Emanuel Pinheiro ao criticar Mauro Mendes".

O presidente do PSB ressalta ainda que o momento atual exige dos políticos menos discursos e menos picuinhas políticas e muito mais trabalho e união para vencer a atual crise que afeta a todos. 


Fonte: Gazeta Digital
 0 Comentários  |  Comente esta matéria!
Política
     
3 de Janeiro, 2017 - 11:18
Na posse do novo prefeito, secretário reafirma parceria do Governo de MT com Cuiabá

O secretário-chefe da Casa Civil, Paulo Taques, prestigiou a posse do novo prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, no Centro de Eventos do Pantanal na noite do domingo (1º). Desejando boa sorte a Pinheiro, o chefe da Casa Civil declarou que as parcerias do Governo de Mato Grosso com a capital continuarão.

Cuiabano como o prefeito eleito, Paulo Taques falou do compromisso do governador Pedro Taques com as pessoas que nasceram ou adotaram a capital como lugar para viver. “Nosso governo permanece de portas abertas à Prefeitura Municipal de Cuiabá, ao senhor, ao seu vice-prefeito e aos seus secretários”, disse, sendo aplaudido pelo público.

O secretário também pediu que município e Estado unam esforços para melhorar a cidade. “Essa gente e esse povo precisam de uma boa administração, e eu tenho certeza que Vossa Excelência fará.”

Em seu discurso, Emanuel Pinheiro elogiou a postura republicana do governador, representado na cerimônia por Paulo Taques. O mesmo foi dito pelo ex-prefeito Mauro Mendes, que agradeceu a parceria com o governo estadual.

Saúde e infraestrutura

Entre as ações do Governo de Mato Grosso que estão beneficiando a capital está a construção do novo Pronto-Socorro, que já recebeu R$ 15 milhões da Secretaria Estadual de Saúde, e o repasse mensal de R$ 2 milhões para o Hospital São Benedito, onde já foram realizadas mais de 500 cirurgias.

Desde o início da gestão Pedro Taques, o governo repassou R$ 104,17 milhões para a Saúde da capital.

Outra grande parceria com a capital está sendo na área de estradas e ruas. As obras da Secretaria Estadual de Infraestrutura (Sinfra) e da Secretaria de Cidades (Secid) na capital totalizam R$ 159 milhões, com destaque para as obras na rodovia Emanuel Pinheiro, no Complexo Tijucal, na Avenida Parque do Barbado e na Avenida Arquimedes Pereira Lima.

Educação e cultura

Depois de um projeto-piloto com a escola estadual José de Mesquita no ano passado, outras cinco escolas estaduais em Cuiabá passarão a ter o ensino médio em tempo integral em 2017. As unidades passarão por adequações na estrutura física para instalação de laboratórios, renovação de quadras poliesportivas e refeitórios. As escolas são: Rafael Rueda, José de Mesquita, Clenia Rosalina, Padre João Panarotto, Antônio Epaminondas e Nilo Póvoas.

Na parte cultural, o cuiabano ganhou diversas opções de lazer em 2015 e 2016. Foram realizadas nove edições do Vem pra Arena com shows nacionais e regionais, intervenções artísticas e atividades esportivas, atingindo 270 mil pessoas.

O Cine Teatro, patrimônio cultural de Cuiabá, foi reformado e voltou a abrigar espetáculos como antigamente. Melhor ainda, o prédio vai abrigar uma Escola de Teatro gratuita para formar profissionais nas áreas de atuação, cenografia e sonoplastia.

O Palácio da Instrução também ganhou vida com obras de adequação e foi palco de exposições memoráveis como a do artista Clóvis Irigaray e o recorte da 31ª Bienal de São Paulo – Itinerância Cuiabá, que atraiu mais de nove mil pessoas. O governo também retomou o Salão Jovem Arte, cujas edições ficaram interrompidas por 14 anos. Mais de 180 artistas se inscreveram, e 40 artistas foram selecionados.

Após dez anos, a Biblioteca Pública Estadual Estevão de Mendonça, a maior de Mato Grosso, voltou a promover o empréstimo de livros. Hoje, ela se encontra informatizada, modernizada e conta com amplo espaço para leitura, auditório, telecentro e sala de digitalização. Em 2016, 5 mil visitantes passaram por lá.

Ação social

Atento à questão da segurança alimentar, o Governo de Mato Grosso forneceu 214 mil refeições no restaurante Prato Popular desde o início da gestão Pedro Taques

No Ganha Tempo, foram realizados 870 mil atendimentos em 2016, o equivalente a 2.500 atendimentos diários. Entre os serviços mais utilizados estão a emissão da segunda via de documentos, pagamento de contas, oferta de cursos de qualificação e fotos 3x4. Outra unidade será inaugurada na região da Morada da Serra. 


Da Assessoria

 0 Comentários  |  Comente esta matéria!
Política
     
3 de Janeiro, 2017 - 09:51
Emanuel veta reajuste a vereadores e reduz cargos de comissão

O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (PMDB) anunciou na manhã desta segunda-feira (2) que vai vetar o reajuste salarial aprovado pela Câmara Municipal concedido ao prefeito, vice-prefeito e aos 25 vereadores.

O peemedebista considerou um contrassenso reajustar salários no Legislativo e Executivo no momento em que se adotam medidas de contenção de despesas em razão do desaquecimento da economia que tem levado os entes federados – União, Estados e municípios – a arrecadar menos impostos.

“Não dá para reajustar salários e no dia seguinte pedir aos servidores que contenham gastos públicos para conter despesas. Por isso, vamos vetar”, disse.

Com relação ao reajuste salarial dos vereadores, o prefeito Emanuel Pinheiro disse que vai vetá-lo em comum acordo com os parlamentares, pois entende que houve violações ao ordenamento jurídico.

“Entendo que houve falhas de ordem legal. Se autorizo esse reajuste, vou responder a futuras ações na Justiça com os vereadores. Já fui parlamentar, conheço a rotina do Legislativo e vou dialogar com todos os vereadores para chegar a um comum acordo”, comentou.

O Ministério Público Estadual (MPE), por meio do promotor de Justiça Roberto Turin, encaminhou notificação a Prefeitura de Cuiabá recomendando o veto do reajuste salarial aprovado pelos parlamentares em razão de violação à Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

Isso porque o reajuste salarial deveria ser aprovado em junho, e não no mês de dezembro, pois a legislação veda reajuste salarial nos três meses anteriores e posteriores a eleição.

Em sessão realizada no dia 27 de dezembro, a Câmara Municipal de Cuiabá aprovou reajuste dos vereadores de R$ 15,3 mil para R$ 18,975 mil a partir de 1º de janeiro.

Mensalmente, cada vereador ainda tem direito a uma verba indenizatória mensal que corresponde a 60% do salário, saltando assim dos atuais R$ 9 mil para R$ 11,385 mil, e mais uma verba de gabinete de R$ 17 mil para custear despesas de funcionários de gabinete contratados sem a necessidade de concurso público.

Assim, o custo mensal de cada vereador salta para R$ 47,360 mil. Como são 25 parlamentares em Cuiabá as despesas mensais com o reajuste seriam de R$ 1,184 milhão. Anualmente, levando-se em consideração o pagamento do 13º salário, serão R$ 15,392 milhões.

Em quatro anos, custarão R$ 61,568 milhões, o que corresponde a 60% dos gastos do município para construir o Pronto Socorro de Cuiabá, estimado em R$ 100 milhões pela gestão do prefeito Mauro Mendes (PSB).

Os vereadores ainda aprovaram a criação do 13º salário que deve ser pago até o dia 20 do mês de dezembro a cada ano e a criação de uma verba indenizatória de R$ 5 mil para chefia de gabinete.

O reajuste salarial do prefeito saltou de R$ 17 mil para R$ 23 mil e do vice-prefeito de R$ 14 mil para R$ 17,250 mil.

Redução de cargos

O prefeito Emanuel Pinheiro também anunciou que vai reduzir em 50% os cargos comissionados do município. Entretanto, não vai extingui-los, pois entenderá que poderá preenchê-los mais a frente se houver necessidade

“São 712 cargos comissionados no município e vou reduzi-los em 50%. A equipe técnica me informou que a demissão numa canetada poderia prejudicar serviços essenciais. Não vamos extinguir estes cargos que futuramente, por uma questão estratégica, poderão ser preenchidos novamente”, disse.

O peemedebista diz que o corte nos cargos deverá ser feito somente após três meses de gestão. “Vamos aguardar o prazo de 90 dias para reduzir estes cargos. Essa medida será adotada em razão do pacote de ajuste fiscal necessário para garantir o equilíbrio das contas públicas do município”.

Fonte: Gazeta Digital
 0 Comentários  |  Comente esta matéria!
Política
     
3 de Janeiro, 2017 - 08:33
Baiano Filho articula investimentos e prioriza saúde

Com perfil municipalista, o deputado estadual Baiano Filho (PSDB) dedicou o ano de 2016 para consolidar a interlocução junto aos municípios visando à garantia de mais investimentos com emendas e articulação direta nas secretarias estaduais. O empenho do parlamentar possibilitou a injeção de recursos distribuídos em diversas ações de investimentos nas áreas de infraestrutura, esporte e lazer, saúde, educação, abastecimento de água, cultura, turismo, entre outras.

Preocupado com a melhoria no atendimento da saúde, com maior ênfase nas regiões norte e Araguaia, Baiano Filho tem se articulado junto à Secretaria de Estado de Saúde auxiliando na transição do Hospital Regional de Colíder, que passa do sistema OSS para gestão dos consórcios.

Baiano Filho atuou para a garantia de recursos na ordem de R$ 630 mil para a reforma do hospital municipal de São Félix do Araguaia e agora está empenhado no compromisso do governo estadual em iniciar as obras do hospital regional em Porto Alegre do Norte.

Dentre as emendas destinadas, destaque para o repasse de R$ 50 mil para aquisição de equipamentos para o hospital do Instituto Lions de Visão, em Cuiabá; R$ 80 mil para a construção de um posto de saúde no município de Nova Ubiratã; R$ 150 mil para aquisição de uma ambulância que deverá beneficiar os moradores de Alto da Boa Vista; outros R$ 150 mil para aquisição de ambulância para o município de Canabrava do Norte e mais R$ 150 mil para aquisição de um veículo para transporte de pacientes em Serra Nova Dourada.

O parlamentar também atuou junto aos demais deputados para viabilizar a aquisição de ambulâncias para todos os municípios de Mato Grosso. “A saúde deve ser a prioridade de todas as gestões. Por isso, não medimos esforços na busca de investimentos e direcionamento de recursos que propiciem a melhora no atendimento da população”, ressaltou.


Da Assessoria


 0 Comentários  |  Comente esta matéria!
POLÍTICA:
     
3 de Janeiro, 2017 - 07:55
PMDB articula para Juarez Costa assumir cargo no governo federal, prefeito fala que precisa de férias

Muitos tentam polemizar, mas o destino de Juarez Costa (PMDB), nos próximos meses deve ser mesmo as praias de Balneário Camboriú, interior de Santa Catarina. Isso porque o prefeito, que entrega as chaves da prefeitura para Rosana Martinelli (PR) no domingo, deixou claro que precisa de férias depois de oito anos a frente da prefeitura da maior cidade do Norte de Mato Grosso.

O prefeito tem um apartamento por lá, e quer ficar pelo menos 60 dias com a família. Alias, quem queria ver ele preso depois da operação do Gaeco, devido a compra deste imóvel acabou se decepcionando. Mas as férias de Costa podem acabar antes do que ele planeja, isso porque a cúpula do PMDB esteve em Sinop para conversar com ele, o projeto é que ele seja peça fundamental do partido nas eleições de 2018, em primeiro plano como candidato a deputado federal.

Mas segundo o presidente do partido, deputado Carlos Bezerra, ele pode ser usado na composição de uma chapa majoritária, principalmente em possível aliança com o senador Wellington Fagundes (PR), um dos nomes que aparecem como prováveis candidatos a governador do estado de Mato Grosso. Para isso, Juarez precisa continuar com destaque nos próximos dois anos e a ideia é colocar ele no governo federal.

O próprio Bezerra esta tratando do assunto, a ideia é anunciar isto em fevereiro do ano que vem, o mais provável é de um cargo no segundo escalão do governo federal, mas o presidente anunciou justamente para esta época uma reforma ministerial. Questionado sobre isto pela equipe do Nortão Notícias durante algumas inaugurações esta semana o prefeito de Sinop desconversou. "Agora preciso descansar, cuidar da minha família e depois pensar nisso", destacou Costa sem negar a possibilidade.


Da redação


 0 Comentários  |  Comente esta matéria!
Política
     
2 de Janeiro, 2017 - 16:06
Senador quer conclusão de obras paradas em Cuiabá

Fazer um levantamento sobre a situação das obras paradas em Cuiabá e viabilizar recursos para concluí-las. Essas são as propostas apresentadas pelo senador Wellington Fagundes (PR-MT) ao prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (PMDB), durante a posse, nesta segunda-feira, dos novos secretários municipais.

O senador aponta, como prioridade, a conclusão do Hospital Municipal e Pronto Socorro de Cuiabá que, embora as obras não estejam paralisadas, estão em ritmo mais lento do esperado. Além dessa unidade de saúde, existem outras inacabadas, como três Unidades de Pronto Atendimento. Ele também citou as obras do novo Hospital Universitário Júlio Muller, que estão paradas há três anos por problemas na licitação. "Existem R$ 70 milhões na conta do governo do Estado para a conclusão dessa obra e ela não sai do papel", criticou o senador.

Ele também citou o contorno Norte, conhecido como Rodoanel, cujas obras estão paradas há vários anos. "Esse é outro absurdo. Enquanto isso, o trânsito de Cuiabá continua recebendo um grande volume de carretas que não têm como evitar o centro da cidade", disse.

A expectativa positiva, segundo ele, é a retomada das obras do VLT (Veículo Leve sobre Trilhos) o que, segundo anunciado pelo governo do Estado, deve acontecer agora no início do ano.

Wellington se colocou à disposição do prefeito para buscar alternativas para a retomada das obras paralisadas e já marcou, para esta quarta-feira, uma audiência com o ministro dos Transportes, Maurício Quintella, para discutir a retomada das obras do contorno Norte. "Estou à disposição para viabilizar todas as obras e outros projetos que forem considerados importantes para a nossa capital", disse ele.

O senador também sugeriu ao prefeito Emanuel Pinheiro que faça um levantamento criterioso sobre os recursos para obras que estão já depositados e não estão sendo utilizados.



Da assessoria

 0 Comentários  |  Comente esta matéria!
 menos   4   5   6   7   8   9   10   mais 
ENQUETES
VARIEDADES
OPINIÕES
NOTÍCIAS
Copyright © 2010 - Nortão Notícias
Quem Somos  |  Denuncie  |  Contato

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player