Publicidade:
9 de Outubro, 2019 - 13:48
Sindicato cobra do governo agilidade nas progressões dos investigadores da PJC

A diretoria do Sindicato dos Investigadores de Polícia Civil do Estado de Mato Grosso (Sinpol-MT) esteve reunida nesta terça-feira (09) com o Secretário de Estado de Gestão e Planejamento, Basilio Bezerra. Em pauta, agilidade na publicação das progressões da Policia Civil, adição da sobra de dias das turmas de 2001 a 2008 para mudança de nível dos investigadores e validação do tempo de atividade policial na PM para a progressão dos investigadores que já foram policiais militares.

A presidente do Sinpol-MT, Edleusa Mesquita, cobrou agilidade na publicação dos 1500 processos de progressão dos investigadores encaminhados à Seplag-MT.

"Cobramos celeridade nas análises dos processos, levando em conta as progressões verticais, horizontais e o respectivo enquadramento dos investigadores. Fomos informados que os processos de progressão de todas as carreiras do estado são analisados pela mesma equipe que é do setor de Aplicação de Cargos e Carreiras, sendo verificados de acordo com a ordem de chegada no referido órgão. O próprio secretário citou que teve que aumentar o efetivo para realização das análises. Afirma que até o FIM deste ANO todos os processos serão analisados e as progressões publicadas. Vamos continuar acompanhando e cobrando para que este problema seja definitivamente resolvido", explicou a presidente.

Gláucio Castañon, vice-presidente do Sinpol-MT, falou das divergências no cálculo das progressões.

"Os investigadores que foram policiais militares antes de prestarem concurso para a PJC não são atendidos quanto ao aproveitamento do tempo de atividade policial para progressão de carreira, mas para fins de contribuição previdenciária o período é aceito normalmente. Isso fere a lei federal 51/1985, que dispõe sobre aposentadoria do funcionário público policial, quando se trata de atividade estritamente policial. Esta distorção tem que ser resolvida porque interfere diretamente na contagem de tempo para aposentadoria dos nossos policiais."

"A reunião foi positiva, já que o secretário Basilio Bezerra garantiu que até dezembro resolve todas as progressões. Além disso, se mostrou aberto para resolver outros temas de interesse da nossa categoria. Vamos acompanhar de perto e cobrar celeridade, afinal o Sinpol-MT trabalha pela garantia de todos os direitos dos seus associados", concluiu a presidente.


Fonte: Robson Fraga
Publicidade:
Publicidade:
Publicidade:
Publicidade:
Redes Sociais