Publicidade:
11 de Julho, 2020 - 19:48
Com alto risco de contágio, Chapada decreta quarentena obrigatória

A prefeita de Chapada dos Guimarães, Thelma de Oliveira (PSDB), decretou quarentena coletiva obrigatória na cidade a partir deste domingo (12) por 15 dias. O novo decreto foi publicado na sexta-feira (11).

A decisão ocorre após Chapada ser classificada como de "risco muito alto" para contaminação do novo coronavírus por dois dias seguidos. A classificação está em um sistema criado pelo Governo do Estado. A medida, que muda semanalmente, mostra uma lista de cidades em risco e as ações que devem ser adotadas a depender do grau de cada localidade. 

Conforme o documento de Thelma, todos os serviços não essenciais da cidade estão proibidos de operar durante a quarentena. Apenas o sistema de delivery está permitido.

Também foi estabelecido toque de recolher na cidade das 23h às 5h. Somente é permitida a circulação de pessoas em caso de emergência.

A realização de festas, tanto em casa quanto em espaços privados, e eventos esportivos que causem aglomeração de pessoas permanecem proibidos.

As pessoas que descumprirem a quarentena e forem flagradas transitando na cidade poderão pagar multa de R$ 5 mil a R$ 10 mil, de acordo com a capacidade financeira.

Já os estabelecimentos que infringirem o decreto também estão passíveis a multa e podem ser fechados até que seja determinado o fim do estado de calamidade pública.

Os pontos turísticos da cidades já estavam fechados e irão permanecer.

Fonte: midia news
Publicidade:
Publicidade:
Publicidade:
Publicidade:
Redes Sociais